Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
23:15
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
06/04/2018 - 14h32min

Eskudark vai ao governo para que Oncologia entre em funcionamento em maio

Imprimir Enviar
Deputado Mauricio Eskudlark

Em reunião com o secretário da Saúde do Estado, Acélio Casagrande, o deputado Mauricio Eskudlark (PR) cobrou e recebeu a confirmação que o setor de Oncologia do Hospital Regional do Extremo Oeste Terezinha Gaio Basso entrará em funcionamento no mês de maio.

Durante a conversa com o secretário, Eskudlark ligou para o diretor geral do Hospital Regional de São Miguel do Oeste, Jeferson Gomes, e recebeu a atualização de que a estrutura está montada e os equipamentos já estão no hospital, faltando apenas o levantamento do quadro funcional e os recursos que serão repassados mensalmente para a entidade que administra o hospital.

“Expliquei ao secretário que diariamente famílias e pacientes me procuram e não podemos mais esperar, o Estado está ciente que terá que bancar estes atendimentos em um primeiro momento, até que ocorra o credenciamento pelo SUS, que só acontecerá quando a unidade estiver em efetivo funcionamento”, explicou o deputado.

Atendimento
Atualmente o setor de oncologia do Hospital Regional de Chapecó, que atende todo o grande oeste, recebe cerca de 2 mil pacientes, sendo que muitos da região estão sendo encaminhados inclusive para outros estados por falta de vagas. Os pacientes e suas famílias por vezes têm de se deslocar mais de 200 km para realizar os atendimentos que são bastante agressivos.

“Hoje a oncologia é o maior desejo e a prioridade de nossa região, com o efetivo funcionamento do setor serão atendidos em torno de 900 pacientes, tirando boa parte dos atendimentos que hoje são realizados em Chapecó, melhorando a qualidade de vida de todos”, conclui Eskudlark.

Acompanhe Maurício Eskudlark


Maurício Eskudlark
Voltar