Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ouvir
12:30 Rádio AL Especial

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
06/03/2017 - 17h25min

Valduga debate os efeitos da reforma da previdência para trabalhadores rurais

Imprimir Enviar
Valduga fala sobre implicações da Reforma da Previdência na vida dos trabalhadores rurais FOTO: Assessoria

O deputado Cesar Valduga (PCdoB) participou, neste sábado (4), de plenária da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura (Fetaesc) no município de Riqueza, onde tratou sobre os efeitos da proposta de Reforma da Previdência na vida dos trabalhadores e trabalhadoras do campo.
O parlamentar apresentou os aspectos principais da reforma previdenciária, que incluem a equiparação de idade para aposentadoria de 65 anos e o aumento no tempo de contribuição. “Os efeitos destas medidas, se aprovadas, serão devastadores para trabalhadores e trabalhadoras rurais, que iniciam sua vida laboral muito cedo, expostos às intempéries e à dureza da lida. O Governo Temer propõe um verdadeiro crime, pois pretende deixar que nossos trabalhadores e trabalhadoras do campo morram de enxada na mão, sem a chance de se aposentarem”, explicou.
Pela reforma da Previdência Social apresentada pelo presidente Michel Temer, o agricultor só poderá se aposentar aos 65 anos, ou seja, 57 anos depois de ter ingressado no ofício. Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) apontam que, ainda em 2014, 70% das mulheres e 78% dos homens começaram a trabalhar antes dos 14 anos de idade. A regra atual prevê a aposentadoria para o trabalhador rural aos 60, para homens, e aos 55, mulheres. O benefício é um salário-mínimo.
Participaram também da atividade o presidente da Fetaesc, José Walter Dresch, o prefeito de Riqueza, Renaldo Mueller, e o vice, Leandro José Alba. Estiveram presentes mais de 200 trabalhadores e trabalhadoras rurais .
 

Acompanhe César Valduga


César Valduga
Voltar