Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
07:30 Palavra Aberta
Ouvir
00:05 Programação Musical

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
13/07/2017 - 11h54min

Eleições 2018 sem Lula é fraude, diz líder do PT na Alesc, Dirceu Dresch

Imprimir Enviar
Deputado Dirceu Dresch
FOTO: Vitor Shimomura/Agência AL

O deputado Dirceu Dresch, líder da Bancada do PT/SC, disse hoje (13), no Plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, que Eleições 2018 sem a presença do maior líder do partido, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, é fraude. Dresch reuniu na manhã desta quinta-feira as lideranças do Estado e afirmou, enfático, que o compromisso é continuar lutando pela democracia, por uma justiça independente, que não julgue por partido político, mas pela Constituição e pela verdade. “Vamos defender o conteúdo político que o PT prega desde a sua fundação, há quase 38 anos, e que avançou numa perspectiva que nos levou a vencer quatro eleições consecutivas, o que nunca na história do Brasil aconteceu com um partido político”, ressaltou.

Dresch disse que o PT não vai aceitar que Lula seja tirado injustamente da disputa em 2018. “Se querem disputar as eleições democraticamente, nas urnas, nós topamos. Não temos nenhum problema, inclusive já perdemos vários pleitos.” Segundo o deputado, viraram de cabeça para baixo a vida do Lula e de sua família e até hoje não conseguiram provar nada. “Vamos continuar a nossa firme caminhada firme em defesa dos trabalhadores e contra as pautas que estão empurrando goela baixa do povo brasileiro, por um Congresso extremamente viciado por financiamento de grandes grupos econômicos e por emendas parlamentares”, destacou. O deputado lamentou que as pessoas, ao eleger deputados, não levem em conta a ética, a seriedade e o compromisso do candidato.

“O presidente que está lá não pode fazer estas reformas em benefício de um só lado, dos que financiaram as suas campanhas”, alertou. De acordo com Dresch, o povo escolheu nas urnas o projeto de inclusão social, de fortalecimento do Estado brasileiro, das políticas públicas, da geração de empregos e da distribuição de renda.  Ele suspeita, inclusive, que se não conseguirem tirar o presidente Lula do páreo eleitoral, não vão deixar as eleições de 2018 acontecerem. “Vão tentar prorrogá-las porque não têm um candidato à altura. Quem está extremamente lambuzado e comprometido, não têm condições de tirar o Brasil desta situação”, concluiu.

 


Assessoria Coletiva | Bancada do PT na Alesc | 48 3221 2824  bancadaptsc@gmail.com
Twitter: @PTnoparlamento | Facebook: PT no Parlamento

Acompanhe Dirceu Dresch


Dirceu Dresch
Voltar