Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
19:00 Sessão Especial
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
19/12/2017 - 16h32min

Deputado Neodi Saretta destaca principais ações do mandato

Imprimir Enviar

Em 2017 o deputado Neodi Saretta participou de atividades em 80 municípios. Foram muitas ações nas áreas da saúde, educação, agricultura, segurança pública, rodovias e infraestrutura. Neste período, Saretta apresentou mais de 300 proposições sendo, mais uma vez, o parlamentar mais atuante da Assembleia Legislativa.

“Estou focado e empenhado em buscar, através do meu mandato, fazer o melhor para a nossa gente. Reafirmo o compromisso de trabalhar com afinco, desenvolvendo ações que possam gerar boas conquistas para todos os catarinenses”, ressalta.

Projetos de Saretta se tornam lei em Santa Catarina
O deputado Neodi Saretta apresentou 13 Projetos de Leis (PL) e alguns já são Leis em Santa Catarina. A campanha “Janeiro Branco”, que alerta a população para que reflita e planeje ações em favor da saúde mental, foi transformada na Lei n° 17.330, de 20/11/2017.

Outro projeto que virou Lei em SC obriga as empresas de água e saneamento a incluir nas faturas advertência sobre os riscos da água parada e a propagação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Também foi criado o "Dia Estadual de Conscientização sobre a Fissura Labiopalatina".

A tradicional Festa Nacional do Leitão Assado (FENAL), de Concórdia, foi incluída no calendário oficial de eventos de SC, através da Lei n° 17.177, de 20/06/17.

Outros PLs como a “Semana do Resgate Cultural Regional”; “Semana Catarinense da Conscientização sobre a Preservação das Áreas de Manguezais” e; o que institui o 16 de novembro como “Dia Estadual da Pessoa Ostomizada” foram aprovados em Plenário e encaminhados para sanção do governador.

Projetos em tramitação na Alesc
Além dos projetos transformados em Leis e os que aguardam apreciação do Governador, outros projetos de Saretta tramitam na Assembleia Legislativa. Institui o Programa de Conscientização e Esclarecimento sobre a Importância da Vacinação contra o Papiloma Vírus Humano - HPV, nas escolas da rede pública e privada em Santa Catarina; Declara integrante do patrimônio histórico, artístico e cultural do Estado de Santa Catarina, as atividades artísticas realizadas em festivais e concursos tradicionalistas e; a Criação do Programa Atividade na Melhor Idade estão em análise nas comissões.

Saretta defende mais investimentos na área da saúde
Na condição de presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, o deputado Neodi Saretta destaca a importância da pasta. "Tenho trabalhado para fortalecer essas questões juntamente com o Governo do Estado e Municípios fazendo com que Santa Catarina possa ter uma saúde de qualidade", afirma Saretta.

Por diversas vezes Saretta usou a Tribuna para citar as demandas e apelar para uma solução. A escassez de recursos resultou na falta de medicamentos, cancelamento de cirurgias eletivas, fechamento de emergências, suspensão de atendimentos e na ameaça do fechamento de hospitais. O atendimento do Centro de Pesquisas Oncólogicas (Cepon), referência no tratamento contra o câncer também foi prejudicado. “Em fevereiro de 2011, nesta mesma tribuna, relatei que a saúde em Santa Catarina estava doente. Passados quase sete anos podemos dizer que respira por aparelhos. Se nada for feito, muitos aparelhos serão desligados”, analisa o deputado.

Assim como em outros anos, Saretta cobrou do Estado mais investimentos para a área da saúde e propôs alternativas para amenizar a grande crise do setor. Entre as propostas apresentadas, Saretta defende a utilização de cerca de R$ 300 milhões do empréstimo feito junto ao BNDES, aonde parte irá para o Fundo de Desenvolvimento dos Municípios (Fundam), ao pagamento de uma porcentagem das dívidas da Secretaria da Saúde. A sugestão foi debatida em Plenário e encaminhada ao Governador do Estado.

"Se nada for feito, daqui a pouco teremos pessoas morrendo por falta de remédios ou de atendimento. Acredito que nenhum governante queira chegar a este ponto”, disse. Sobre a proposta, Saretta assegura que seria esta a melhor obra do governo. A falta de bolsas de ostomia foi outro tema bastante debatido. Além de audiência pública e reuniões, Saretta encaminhou diversas solicitações ao Estado pedindo a regularização do fornecimento das bolsas e insumos. Para ele, é inadmissível a falta das bolsas coletoras, já que sem elas muitos pacientes não conseguem sair de casa.

Saretta desenvolve ações em todas as áreas
Além da presença nas sessões ordinárias e comissões, Saretta participou de seminários, eventos e reuniões pelo estado, sempre atento aos problemas dos municípios, trabalhado em ações e projetos de interesse da população de cada região.

Rodovias - Percorrendo todo o estado, Saretta cobrou a realização de obras nas rodovias estaduais e federais. Nesta área foram diversas indicações solicitando a construção e readequação de trevos, revitalização e manutenção das estradas.

Educação - Na área da educação o deputado pediu melhorias em escolas com ampliação de espaços, reforma de salas aula, aquisição de equipamentos e construção de ginásios de esporte.

Segurança pública - A segurança pública sempre foi uma das grandes preocupações do deputado Saretta que usou a tribuna e fez encaminhamentos ao Estado pedindo o aumento do efetivo de policiais militares e civis para diversos municípios catarinenses. Saretta também defendeu a convocação dos excedentes aprovados no concurso da Polícia Militar.

Agricultura - Sempre atuante Saretta trabalhou em muitas ações voltadas à agricultura. No setor leiteiro o deputado propôs medidas para solucionar a crise. Entre as propostas está o projeto que informa com um mês de antecedência o valor que será pago pelo litro de leite. A proposta repercutiu em todas as regiões que manifestaram apoio PL.

“Mesmo com uma grande produção, nos últimos tempos os produtores têm sofrido com o baixo preço pago pelo litro de leite que está, inclusive, abaixo do custo de produção. Saber quanto irá ganhar pelo produto é uma forma de ajudar o agricultor a planejar seu orçamento, inclusive, na questão de investimentos ou redução de custos”, relata o deputado. Saretta também defendeu a redução do ICMS para a venda do suíno vivo.

Acompanhe Neodi Saretta


Neodi Saretta
Voltar