Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 

Sala de Imprensa

+ Mais notícias
Assistir
23:00 Jornal da Assembleia
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
11/12/2017 - 08h11min

Deputada Luciane destina R$ 1 milhão em emendas para o Hospital da Criança, em Chapecó

Imprimir Enviar

Cada mãe e pai que passa horas na fila aguardando para seu filho doente ser atendido sabe o quanto essa espera é angustiante e dolorosa. Preocupada com as famílias que enfrentam essa dificuldade, a deputada estadual Luciane Carminatti definiu como prioridade para 2018 o repasse de recursos ao Hospital da Criança de Chapecó. O investimento de R$ 1 milhão é de origem de emenda parlamentar, iniciativa aprovada neste ano pela Assembleia Legislativa.

Para ouvir as demandas e definir os investimentos, a deputada esteve reunida na última sexta-feira (08), com o diretor geral da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (entidade administradora do HC), Osmar de Oliveira, e com a gerente de Serviços, Vânia Lovera.

O recurso deverá ser destinado à compra de equipamentos, custeio do Hospital e aquisição de materiais cirúrgicos.

De acordo com a direção do Hospital, os recursos que vêm do Governo Federal são insuficientes, e há outras dificuldades, como a falta de médicos pediatras para contratação.

“Só quem vive o drama de ter uma criança doente aguardando por atendimento médico compreende o quão necessário é ter um hospital com condições plenas para dar respostas imediatas. Nosso desejo é amenizar um pouco do sofrimento das crianças e das famílias que procuram o HC”, afirma Luciane.

O Hospital da Criança Augusta Muller Bohner, embora seja municipal, recebe pacientes de toda a região – cerca de 40% das crianças atendidas são de municípios vizinhos.

A deputada defende a união de forças políticas e novos investimentos para melhorar o atendimento da unidade - O custo mensal para manter o HC em funcionamento gira em torno de R$ 1 milhão.

“Uma das propostas é regionalizar o Hospital para que alcance uma maior fatia de recursos federais e há também o desejo da instalação de UTI pediátrica, ações que dependem de grande esforço das lideranças de Chapecó e da região e também da população para pressionarmos os governos e garantir os recursos necessários”, conclui.

--

Ester Koch da Veiga
Assessoria de Comunicação

048 9911-0347
WhatsApp 049 9177 1112

Acompanhe Luciane Carminatti


Luciane Carminatti
Voltar