Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
15:30
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
09/05/2017 - 13h13min

Comissão de Agricultura discute plantio e estocagem de milho

Imprimir Enviar
Deputado Altair Silva

Na tarde desta terça-feira (9) os deputados da Comissão de Agricultura e Política Rural se reuniram para discutir sobre o plantio e estocagem do milho em Santa Catarina. Atualmente o planejamento das safras no estado é coordenado por programas do governo, porém ainda falta adesão por parte do produtor e do comprador.
O diretor-executivo da Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro), Ivan Ramos, esteve presente durante a reunião e apresentou um panorama da situação do milho no estado. Conforme o diretor, a área de plantio aumentou no último ano, passando de 272 mil hectares para 380 hectares. "O preço definido para pagamento por saca pelas agroindústrias seria de R$ 30,00, porém, como na época a saca estava acima dos R$ 50, a adesão ao programa ficou abaixo do esperado", relata Ramos.
Além do preço fixado na faixa de R$ 29 a R$ 30 a saca, a concessão de subsídios nos insumos e o seguro rural eram oferecidos aos produtores pelo programa. Em 2016, a safra fechou com 2,8 milhões de toneladas comercializadas, em 2017 a safra passou a 3,2 milhões de toneladas. Para o deputado Altair Silva (PP), que participou da reunião, a agricultura precisa de equilíbrio e planejamento. "O milho é o grande combustível para agricultura, pois é o principal insumo das agroindústrias para criação de suínos e aves", enfatiza.
A falta de locais para armazenamento no sul do país fez com que a maioria dos produtores encaminhassem suas produções para exportação. Nesta situação, as agroindústrias catarinenses estão buscando grãos no Centro-Oeste ou importando. A construção de silos seria uma alternativa, porém o investimento é elevado e o retorno demora de 15 a 20 anos para o investidor.

Fórum do milho
No dia 13 de junho acontece em Chapecó o Fórum do Milho que recebe a presença dos secretários de Agricultura dos três estados da Região Sul. Durante o evento, as necessidades de investimentos no armazenamento e a venda futura da produção serão temas discutidos para possibilitar a criação de estoques reguladores.

Eletrificação rural
Durante a reunião nesta tarde no Palácio Barriga Verde a transformação da rede de eletrificação rural de monofásica para trifásica foi lembrada. Durante o mês de junho estratégias serão criadas através de debates para investimentos no projeto. A demanda pela transformação das redes foi levantada pelo deputado Altair Silva na última semana durante a sessão ordinária.

Voltar