Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
18:45 TVAL Notícias
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
13/02/2020 - 16h30min

“Chegou no limite”, afirma Altair Silva sobre falta de veterinário em Seara

Imprimir Enviar
Deputado Altair Silva e a presidente da Cidasc, Luciane de Cássia

O deputado Altair Silva (PP) se manifestou nesta semana sobre a falta de veterinários para atender o município de Seara. Junto com a prefeitura, o deputado tem reivindicado reiteradas vezes um profissional para atuar no Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI) e no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) do município.

Os produtores também estão sentindo a dificuldade de atendimento por parte da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) e do Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária (Icasa). No novo documento elaborado pelo parlamentar e protocolado na Alesc, é solicitado ao secretário de Estado da Agricultura, Ricardo de Gouvêa, à presidente da Cidasc, Luciane de Cássia, urgência na disponibilização de um veterinário para atender o município.

Conforme Altair, o número de servidores atuando está muito abaixo e Seara não pode mais esperar. “Chegou no limite a situação. Fizemos todos os documentos possíveis aqui no parlamento, estamos reforçando hoje, estivemos na Cidasc, na Agricultura, nós precisamos de um veterinário para trabalhar lá. Uma cidade pujante, referência na produção agropecuária, não pode ficar desassistida dessa forma. Temos uma planta da JBS e que exporta para o mundo. Não podemos correr esse risco”, cobrou Altair.

Em resposta a um pedido de informação do deputado feito em abril de 2019, a Cidasc informou que sendo uma empresa pública depende da autorização do governo para realizar a contratação, conforme prevê a resolução do Conselho de Política Financeira do Governo (CPF).

“A Cidasc, juntamente com o Icasa, tenta realizar o trabalho, mas não dá conta da demanda e a nossa preocupação é porque Santa Catarina se tornou uma ilha de sanidade em todo o país e, paralelamente à produção de alimentos cárneos, opera um avançado e competente sistema de vigilância, fiscalização e controle sanitário, e precisamos cuidar desse patrimônio que é o nosso diferencial no mercado internacional”, frisa Altair.

Brucelose e tuberculose
Em atendimento a outra solicitação do município de Seara, o deputado Altair buscou junto ao superintendente da Superintendência Federal de Agricultura (SFA-SC) a habilitação de um médico veterinário para trabalhar pelo Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal (PNCEBT), que hoje é deficitário.

A Portaria de Habilitação do novo veterinário já foi assinada e encaminhada para publicação no Boletim de Pessoal do Mapa, o que deve ocorrer nos próximos dias úteis.

Acompanhe Altair Silva


Altair Silva
Voltar