Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
06/04/2021 - 09h05min

Audiência: A importância da atividade física em tempos de pandemia

Imprimir Enviar
Encontro reuniu especialistas em saúde, esporte, empresários, Governo do Estado e a comunidade nesta segunda-feira (5).

Mais de 1500 pessoas acompanharam nesta segunda-feira (5) uma intensa discussão sobre a importância de se padronizar as normativas para a prática esportiva em Santa Catarina. O tema foi abordado de forma virtual em uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, comandada pelo deputado estadual Fernando Krelling (MDB).

Krelling é profissional da área e tem tomado frente nas discussões sobre os decretos e atos restritivos da pandemia da Covid-19, ligados ao esporte é à atividade física.. “É preciso afinar o discurso. Hoje o que temos é uma série de regramentos, muitos feito sem conhecimento técnico esportivo, o que tem acabado com o segmento, tanto da classe esportiva quanto empresarial”, disse o deputado.

O parlamentar defende que é preciso enfrentar a pandemia com ações sanitárias eficientes, mas, sempre preservando a economia. “O vírus está aí, temos que aprender como viver de forma saudável e segura perto dele”, defendeu Krelling, que foi autor de uma lei que classifica a atividade física como essencial.

O médico cardiologista Artur Haddad Herdy, da Sociedade Brasileira de Cardiologia, ex-presidente da Sociedade Catarinense de Medicina do Esporte falou aos empresários sobre a importância da atividade física para a promoção de saúde.

Outros profissionais citaram dados técnicos da OMS (Organização Mundial da Saúde) e Unesco que mostram que atletas e praticantes de atividade física têm menos complicações quando infectados com o coronavírus e ocupam menos leitos de internação.

Além disso, o esporte também é essencial na recuperação dos infectados, segundo os especialistas. Esportistas e empresários puderam expressar como os donos de complexos esportivos estão sofrendo com seus negócios fechados. “O que queremos é um regramento para a prática do exercício. Hoje quem está querendo trabalhar na regularidade é impedido por conta dos atos do Governo. Mas futebol e outras competições seguem acontecendo de forma irregular por toda Santa Catarina, sem nenhum cuidado sanitário. Queremos atuar da forma correta, seguindo protocolos que façam com que a prática do exercício seja feita de forma saudável e segura”, pontuou o vereador de Rio do Sul e empresário esportivo Eduardo Roberto de Sousa Freitas.

O presidente do Conselho Regional de Educação Física (Cref3/SC), Irineu Wolney Furtado, pediu diálogo, padronização das regras e mais flexibilidade do Governo. “Nosso apelo é para que esta audiência ajude a dar nova direção aos decretos e portarias do Governo do Estado”, disse. Por fim, Eduardo Macário, superintendente de Vigilância em Saúde de Santa Catarina anunciou que no fim de semana uma nova portaria, unificando as normativas, foi elaborada e que o texto está em análise pela Secretária do Estado da Saúde, Carmen Zanotto e deve ser publicado nos próximos dias, ele também sinalizou que o Governo de Santa Catarina está aberto ao diálogo.

 

--

Windson Prado
Jornalista - DRT/SC 3243/SC

Contatos:
E-Mail: Windprado@gmail.com
Skype: Windson Prado
Telefones:
TIM:    47 99978-1260

Acompanhe Fernando Krelling


Fernando Krelling
Voltar