Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Whatsapp Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
14:00 Sessões - Seminários - Eventos
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
31/07/2020 - 13h00min

Agricultura familiar e camponesa no centro do debate

Imprimir Enviar
Deputada Luciane Carminatti

Uma série audiovisual está mostrando a realidade das agricultoras e agricultores familiares de Santa Catarina durante a pandemia. A iniciativa da deputada Luciane Carminatti (PT) marca a Semana da Agricultura Familiar Catarinense e contou ainda com uma roda de conversa virtual ao vivo, transmitida pelo Facebook da parlamentar.

Na “live” desta terça (28), a deputada conversou com  lideranças ligadas à agricultura familiar e camponesa. “Como está a vida no campo neste momento de pandemia, o fornecimento de kits de alimentação escolar, a situação das cooperativas, a renda dos agricultores, são temas fundamentais que trouxemos ao centro do debate”, explicou Luciane.

A transmissão alcançou mais de 21 mil pessoas, contou com cerca de 8,5 mil visualizações e 405 interações por meio de comentários. Participaram do evento virtual os representantes da Fetraf-SC, Jackson Pereira e Jandir Selzler, da Unicafes, Valdecir Caxoeira e do MMC e Via Campesina, Justina Cima.

De acordo com o Censo Agro 2019, 78% das propriedades rurais de Santa Catarina são voltadas à agricultura familiar. Ao todo, mais de 364 mil pessoas se dedicam à atividade, garantindo o quinto maior valor de produção do país.

Auxílio emergencial e linhas de crédito são urgentes
A série de vídeos já obteve mais de 8 mil visualizações apenas com os dois primeiros episódios. No material, publicado entre 24 e 30/07, pequenos produtores rurais de diversas regiões do estado relatam os impactos financeiros e a necessidade urgente de aprovação pelo Senado e posterior sanção presidencial do Projeto de Lei 735/2020.

A proposta aprovada na Câmara Federal prevê auxílio emergencial a agricultores familiares, extrativistas, pescadores artesanais, aquicultores e silvicultores, além de linhas de crédito especiais, com juros baixos, carências e prazos maiores para pagamentos.

Segundo o agricultor Mauro Santin, de São Miguel do Oeste, muita coisa nem foi plantada porque não haveria comercialização, por conta das restrições impostas às feiras livres e ao programa de compra direta para a alimentação escolar. A agricultura Delfina Meotti Araldi, de São Domingos, completa. “A maioria dos financiamentos que favoreciam o agricultor foram retirados e os insumos ficam com preço muito alto, então o pequeno é que sofre a consequência”.

Junto à esposa Leila e ao filho Marco, o agricultor Fábio Fachini, de Ascurra, encerra a série de vídeos com o maior desejo de quem vive no campo. “Que essa questão que a gente tá passando traga um tempo de mais solidariedade entre as pessoas, mais amor, menos ganância, de mais respeito ao meio ambiente, às pessoas, de menos individualismo, mais coletividade, uma economia mais voltada pro coletivo e não pro mercado, apenas para o enriquecimento de alguns”.

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO - DEPUTADA LUCIANE CARMINATTI
Contato: (47) 99722-2019 / (48) 3221-2662
imprensa@lucianecarminatti.com.br

Acompanhe Luciane Carminatti


Luciane Carminatti
Voltar