Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
14:00
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
Publicado em 01/10/2018

Aumenta a quantidade de candidatos para deputado estadual em 2018

Imprimir Enviar
Plenário Deputado Osni Régis, da Alesc; são mais de 10 candidatos concorrendo por uma vaga

O número de candidatos a deputado estadual nas eleições de 2018 cresceu na comparação com 2014. É o que apontam os dados disponíveis no Sistema de Divulgação de Candidaturas e de Prestação de Contas Eleitorais (DivulgaCandContas 2018) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Sistema de Histórico das Eleições (SHE) do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC).

Para a eleição de 7 de outubro, até 17 de setembro, estavam aptos para serem votados 449 candidatos. Esta quantidade pode variar até o dia da eleição, pois há casos de postulantes que ainda aguardam julgamento no TRE-SC ou tiveram suas candidaturas indeferidas pelo tribunal, mas podem recorrer ao TSE. Em 2014, 410 pessoas concorreram as 40 vagas no Parlamento catarinense.

Para a comparação entre a quantidade de postulantes à Assembleia Legislativa, foi levado em consideração o número de candidatos aptos e não o de pedidos de registros de candidaturas, já que algumas dessas solicitações são indeferidas no decorrer da campanha eleitoral, além dos casos de renúncia e/falecimento.

A quantidade de pedidos de registro em 2014 foi maior que na eleição deste ano. Na eleição passada, 492 solicitações foram apresentadas à Justiça Eleitoral, mas, ao final da campanha, 410 foram acatados e disputaram o pleito. Em 2018, foram 468 pedidos, com 17 casos de renúncia, um falecimento e uma candidatura considerada inapta já pelo Pleno do TRE-SC.

Histórico
Desde 1982, o número de candidatos à Alesc cresce em praticamente todas as eleições. A exceção foi em 1994, quando houve uma diminuição na comparação com o pleito anterior, de 1990. Tal crescimento é explicado pelo aumento no número de partidos, aliado à ideia de renovação que surge entre o eleitorado a cada eleição.

Em 1982, por exemplo, os 132 candidatos estavam divididos em apenas cinco partidos: PMDB, PDS, PDT, PTB e PT. Em 2018, os 468 pedidos de candidatura abrangem 33 legendas diferentes, divididas em oito coligações e cinco partidos que concorrem de forma isolada. Entre as legendas com maior número de candidatos, estão o PSL (40), MDB (33), Patriotas (33) e PT (30).

Confira a evolução no número de candidatos e da qualidade de postulantes por partido nos gráficos abaixo:

Candidatos a deputado estadual
Infogram
Voltar